Novo endereço: www.tratamentoludovico.com

Acessem! Posts novos e todo o arquivo!

Grandes Sonhos e Grandes Responsabilidades

Posted by Murilo Romulo em fevereiro 5, 2009

Clique aqui para ver o post no novo endereço

O último ano do ensino médio é tenso. Tenso no sentido literal. Existe aquela pressão sobre si, pensando na necessidade de passar no vestibular para a tão almejada universidade. Em casa, os pais observam com olhos atentos a rotina de estudos, por mais que não esbocem muitas palavras a respeito. Na escola, querendo ou não, há uma certa vontade exagerada por parte dos professores para enfiar o conteúdo na cabeça do aluno e ele lembrar na hora do vestibular. Ou seja, cenário de muita cobrança e pressão.

Pressão. Desde que no nível certo, é bom; assim como em um pneu, fazendo uma analogia tosca. Se menos, prejudica; se demasiada, prejudica igualmente. Uma certa pressão é necessária, ainda mais sendo aquela consciência dizendo que se precisa estudar mais. Se ela não existe, os projetos acabam se perdendo. Todavia, o exagero é mais prejudicial ainda. Deve haver um equilíbrio, um meio termo.

Hoje ouvi, de um professor, uma frase que já pensava desde o fim do ano passado: “Chegou a hora de separar os homens das crianças”. Chegou. De fato. Não há mais espaço e tempo para vacilo. Haver, na verdade há, desde que haja maturidade para supera-lo e não repeti-lo. Aqueles que tiverem capacidade de equilibrar tudo, lidar com as mais diversas situações e tomarem as melhores decisões, estarão nas melhores universidades. Tudo em seu tempo e em sua quantidade. Separemos, então.

Jeff Beck – Thelonius

Uma resposta to “Grandes Sonhos e Grandes Responsabilidades”

  1. Yama said

    Separar o homem da criança? Acho meio exagerado. Pressão é o que a gente faz dela. Todos nós temos uma válvula de escape, porque homens, na minha opinião, são os que conhecem seus limites – inclusive o suficiente para tentar superá-los. Quem não conhece seus limites entra na busca de um objetivo vazio porque tem sua finalidade determinada antes de ser construída. Ninguém chega no topo sem construir alicerces. Alicerces são contruídos internamente, e o professor do cursinho é seguramente o menos indicado a aconselhar nesse momento. Se tornar homem é ser independente. Não necessariamente responsável, mas sempre de acordo consigo mesmo e não com a pressão. Pelo menos foi assim que lidei com a pressão, considerando que ela está na nossa cabeça. Mais manda na minha cabeça eu que qualquer coerção social.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: